sexta-feira, 29 de maio de 2009

Micos da decoração - Pode usar? Depende

Achei interessante postar essa Matéria tirada do Site Casa e Jardim.



Pinguim de geladeira é brega? E flor artificial, sanca, textura e anão de jardim? Na etiqueta da arquitetura, da decoração e do paisagismo, o certo e o errado estão intimamente ligados. Dúvidas de internautas sobre esses e outros mitos foram enviadas ao site de Casa e Jardim e esclarecidas por especialistas, que afirmam: nada é tão radical a ponto de garantir o veto ou o passe livre
Natalie Antar.



PINGUIM Drama e humor na geladeiraQual é a sua reação ao se deparar com um pinguim de louça em cima da geladeira? Arrepio, gargalhada ou simpatia? Seja qual for o resultado, ele é mais legítimo e legal do que o DNA cafona que a ave carrega. “Acredito que o mito não seja o pinguim e sim falar que algo é brega”, diz Marcelo Rosenbaum. Para o designer, tudo pode e depende da história de cada um. Não existe o proibido. “Acredito que a relação das pessoas com os objetos é algo íntimo e pessoal.” Cada um tem o direito de colocar o que quiser e onde quiser, desde que aquilo corresponda à sua essência. Isso vale para o pinguim de qualquer cor e material ou outra peça. Segundo ele, tirar objetos de seu contexto pode ser interessante. “Nada precisa estar onde foi dito para ficar. O que conta é a interpretação de cada um.” Ao lado, pinguins da Rachel Hoshino à venda na 62º.






FOTO DE FAMÍLIA Invista numa galeria particular Ninguém duvida que as fotos da família esquiando nas últimas férias ficaram bárbaras. As do casamento, então, são emocionantes. Imagens são recordações mais do que especiais, mas não precisamos colocá-las em vários porta-retratos dando boas-vindas a todos que entram na sala. “Essas imagens são íntimas e é estranho se deparar com elas espalhadas em mesas e estantes. Pertencem à família”, comenta o arquiteto Sig Bergamin. Que tal substituir os porta-retatos por molduras – de várias cores, formas e tamanhos – e aproveitar um corredor da casa para fazer sua própria galeria? Por exemplo, naquela parede branca que não tem espaço suficiente para uma obra de arte. Lá, é possível brincar com a imaginação e colocar todas as fotografias, inclusive dos animais de estimação. Segundo Sig, porta-retratos com fotos de família devem ser usados em número reduzido e na área íntima. Ao lado, molduras da Differenza.

Projeto de Clarissa Strauss
Natalie Antar. Repórter de imagem Camile Comandini

4 comentários:

Janice disse...

Adorei o post!!!
Beijo:)

gamela presentes disse...

Oi Siliani, querida!
Muito bom estes exclarecimentos, amo um pinguim moderninho como este da Hoshino.
Um beijo carinhoso.
Fátima.

ANA LÚCIA disse...

Amiga,
Realmente, o conceito do brega vai muito de cada um. As vezes um objeto fora de moda misturado a outros e em ambientes diferenciados fica super "chic"... O olhar de cada uma é que faz a diferença!
Abçs,
Ana

Regiane disse...

Oi Siliane!

Esta coisa de mico de decoração é muito relativo,né?


Depois da publicação desta matéria,houve a abertura da casa Cor 2009-São Paulo,um dos eventos mais importante da América do Sul,do segmento de decoração,e passeando por lá tive uma surpresa:volta, com força total, de samambaia,renda portuguesa e outras.
Bjs
Regiane